Referencias

Logos originais?

Fazer um logotipo totalmente novo, com elementos completamente “0 km”, sem que nada antes já tenha sido usado está se tornando um tarefa cada vez mais difícil. Por que isso acontece? Ora, estamos cercados das mesmas influências e referências, expostos as mesmas formas, paletas de cores e texturas. É quase que inevitável que de tempos em tempos, surja alguma idéia parecida com outra.

O David Airey do LogoDesignLove fez uma compilação de alguns logos bastante parecidos (bastante mesmo!), colocados lado a lado para que você mesmo tire suas conclusões.

Sumpter & Gonzalez LLP e Stylegala.

stylegala sumpter gonzalez logos

National Film Board (recentemente refeito) e Virtual Global Taskforce.

NFB virtual global taskforce logos

Carrier e Ford.

carrier ford logos

Scottish Arts Council e Artworkers.

scottish arts council artworkers logos

NBC e Nebraska ETV Network.

nbc nebraska etv network logos

Manulife One e One Spa.

one spa manulife one logos

SimpleBits e LogoMaid

simplebits logomaid logos

pseudoroom design e Cyberathlete Professional League.

pseudoroom cpl logos

Ubuntu e Human Rights First.

ubuntu human rights first logos

Graphic Design Blog e Peter GI.

graphic design blog peter gi logos

Star Sports e maltastar.com.

star sports malta star logos

Sun Microsystems e Columbia Sportswear.

sun microsystems columbia sportswear logos

Applied Materials e Planned Parenthood.

applied materials planned parenthood logos

Searchmash e SmashLAB.

searchmash smashlab logos

Fonte: LogoDesignLove.com

Daniel Campos
Diretor na Anora Campo
Especializado em Design Estratégico de Marcas pela Facamp, diretor da consultoria em branding e design Anora Campo, professor na Faculdade de Administração e Artes de Limeira/SP e editor-chefe do LOGOBR.
  • Po, são identicos… pra mim saum copiados um do otro…
    falow Daniel

  • Bah, e são parecido mesmos, não?

  • Concordo com o Rafael. Não tem como ser coincidência. São identicos, com a cara-de-pau de mudar a cor ou dar uma leve rotacionada. Valeu Daniel!!!

  • Rafael, Escrever e Renato:
    De fato é difícil acreditar que isso seja “mera coincidencia!”

    Valeu pelos comentários caras!
    Grande abraço

  • Karina Mometti

    Essa lenda de nada se cria, tudo se copia… mostra o quão preguiçosos são muitos entitulados “designers””. O processo de criação é muito mais trabalhoso e precioso… porém sem valor igual. Esses exemplos servem para acreditarmos ainda mais em nossos pensamentos!!!!

  • Karina:

    Seu comentário foi muito inteligente, mas o que me chamou muito a atenção foi sua última frase: “… acreditar mais em nossos pensamentos”. Muito bom!

    Obrigado pelo comentário e volte sempre!

    Grande abraço
    Daniel

  • alanlupatini

    Hahaha! Muito boas comparações!

  • Alan:

    Obrigado pela visita e comentário, volte sempre!

  • Pingback: Kriando Logos « LogoBR()

  • Chris

    É… alguns designers que são considerados brilhantes pegam carona nos conceitos alheios e, por ironia fazem o maior sucesso. Construir uma marca, uma identidade corporativa requer muita observação, estudo e entendimento. Viva a originalidade!

  • Chris
    Wooou! Com certeza! Obrigado por seu comentário. Volte sempre, ok!

    Grande abraço
    Daniel

  • Willene Raby

    I really am impressed with how much you have worked to make this website so enjoyable. Thanks a lot for your effort. Many thanks to the person who made this post, this was very informative for me. Please continue this awesome work.

  • Qual é a discussão?
    Fazer um logotipo totalmente novo, com elementos completamente “0 km”, sem que nada antes já tenha sido usado está se tornando um tarefa cada vez mais difícil. Por que isso acontece? Ora, estamos cercados das mesmas influências e referências, expostos as mesmas formas, paletas de cores e texturas. É quase que inevitável que de tempos em tempos, surja alguma idéia parecida com outra.

    O David Airey do LogoDesignLove fez uma compilação de alguns logos bastante parecidos (bastante mesmo!), colocados lado a lado para que você mesmo tire suas conclusões. Qual é a discussão?

  • Qual é a discussão?