Tônica Antarctica by Questto | Nó

Redesign Tônica Antarctica

PS: Queremos inaugurar hoje uma nova tag no LOGOBR (ainda não decidimos o nome: nota, curtinha… estamos pensando :- ), onde vamos postar projetos que consideramos relevantes para o mercado do design brasileiro e mundial e que sejam ótimas referências para profissionais. A intenção é trazer mais conteúdo para o site, dessa vez com menos texto e mais imagens, engajar a comunidade e criar uma vitrine de projetos bacanas. E sim, nos inspiramos no BrandNew e no The DieLine :)


Tônica Antarctica by Questto | Nó

Sobre

A Tônica Antarctica é a primeira marca de água tônica a ser vendida em solo brasileiro. Lançada em 1914 pela antiga Cia. Antarctica Paulista, hoje é parte do portfólio de produtos da Ambev e líder no seu seguimento.

Citação

“Elaboramos o novo propósito de Tônica Antarctica: revelar aos jovens adultos que momentos difíceis da vida são uma fonte de crescimento e aprendizado, alimentando a percepção da vida como um eterno processo de mudanças, não de recompensas. Sintetizamos essa ideia com a tagline “o amargo transforma” para associar o sabor característico de Tônica Antarctica a essa tensão na vida das pessoas.” Questto | Nó

Design

Questto | Nó [São Paulo – Brasil]

Imagens

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Tônica Antarctica by Questto | Nó

Nota

Como um fã de água tônica, a Tônica Antarctica nunca foi minha preferida: nem em sabor, nem em embalagem. No último redesign, de 2015, tive a impressão que ela envelheceu de volta aos anos 1990 ao invés de rejuvenescer. Contudo o novo projeto da Questto|Nó fez o contrário. Dessa vez a marca soube como beber da mais atual fonte da juventude: a nostalgia com ares de contemporaneidade. E começo pelo ponto mais preponderante desse projeto: continuou usando o azul como cor principal. Em um mercado onde praticamente todos os demais players usam amarelo como power color, em uma clara relação de paridade com a famosa Tônica Schweppes da Coca-Cola, manter-se fiél ao principal elo visual diferenciador da marca foi um golaço! Isso é equity de marca, que só pode ser construído com anos de mercado (nesse caso, mais de 100 anos) e não pode ser jogado fora de uma hora pra outra. Ponto para a Ambev e para Questto|Nó.

O logotipo consegue ser original graças ao T e ao detalhe de continuação do traço no ON. Talvez um ajuste no tamanho do acento circunflexo poderia deixá-lo ainda melhor equilibrado. As ilustrações de Alex Lazarini de expressões populares que retratam tensões da vida adulta (ex: andar no fio da navalha) são espetaculares! Uma marca de mais de 100 anos usar desse estilo de ilustração, que está tão em alta, parece o caminho perfeito. Tudo personifica muito bem o estilo centenário, retrô, vintage que o público jovem adulto pós-hipsterísmo dos anos 2000 tanto gosta.

O posicionamento que brinca com o gosto amargo da bebida paralelamente às amarguras da vida que resultam em boas coisas traz para a nova identidade visual e sua comunicação um começo, meio e fim. Tudo parece funcionar muito bem e provavelmente será um ótimo suporte para os próximos anos da marca.

 

Daniel Campos
Diretor na Anora Campo
Especializado em Design Estratégico de Marcas pela Facamp, diretor da consultoria em branding e design Anora Campo, professor na Faculdade de Administração e Artes de Limeira/SP e na DeVry Metrocamp, além de editor-chefe do LOGOBR.
Daniel Campos on sabtwitterDaniel Campos on sabinstagramDaniel Campos on sabfacebookDaniel Campos on sabbehance
  • ricardoeller

    Belo texto Daniel, como sempre muito bom ver as postagens aqui do LogoBR. Parabéns pela inciativa.