Pão de Açúcar - Novo logo e identidade

Novo logo: Pão de Açúcar

Aloha!

Juro que me segurei para não postar sobre esse logo. Eu juro! Até porque, o LOGOBR só publica alguma coisa que já tenha sido publicada se tiver mais informações. Então recebi do nosso querido colaborador Diego Castro o link para o site do CCSP falando do projeto com mais dados do que eu tinha lido a respeito. Daí não teve jeito, me rendi!

pao_acucar_logo_antigoLogo antigo

Segundo o sr. José Roberto Tambasco, vice-presidente executivo do Grupo Pão de Açúcar:

Em sessenta anos de história, esta é a sexta vez que mudamos a logomarca da rede Pão de Açúcar. Essa atitude mostra nosso compromisso com as mudanças e tendências de comportamento e as adequações que temos que fazer ao longo dos anos para melhor atender e responder as mudanças e expectativas dos nossos consumidores. A nova logomarca traduz essa atitude da marca cuja vocação é a inovação.

Dei uma vasculhada na web pra tentar achar os outros logos pra postar aqui mas não encontrei. Se alguém tiver para nos mandar, seria supimpa! 😉

Esse é o novo logo:

pao_de_acucar_logo

Segundo o Grupo, o logo brilhante remete a transparência da companhia e do frescor dos alimentos. As formas arredondadas são para conferirem calor humano. O traço contínuo foi inspirado na imagem do infinito (!!!).

O projeto começou a dois anos, com estudos e análises envolvendo muitas empresas (Ibope, Research International, FutureBrand BC&H e PA Publicidade) que começaram os trabalhos a partir dos consumidores.

O diagnóstico teve início há dois anos. Com base nos primeiros resultados, intensificamos os estudos e propostas, com pesquisas qualitativas, quantitativas e análise semiótica da marca em várias cidades brasileiras”, explica Fabiano Ferreira, diretor de marketing do Grupo.

Segundo meu brother Rodrigo do Collecta, as lojas sofreram mudanças antes do lançamento do logo (que é quinta-feira agora, dia 16). E inclusive, peças publicitárias já estão prontas, feitas pela PA Publicidade (a agência não tem site pois é a house-agency do Grupo Pão de Açúcar. Informação direta do nosso colaborador Rodrigo Monteiro. Valeu querido!):

peca_pao_de_acucar1

peca_pao_de_acucar2

peca_pao_de_acucar3

Bem bunitinhas as peças, não? Ao todo foram investidos 3,3 milhões de reais para o projeto do novo logo, filmes, PDVs, fachadas e troca de materiais na lojas e a campanha chamada “Uma Nova Marca. O Mesmo Pão de Açúcar.”

Meus comentários

Pela tradição (se assim posso falar) que o grupo tem de sempre atualizar suas identidades, acho que foi um bom momento para essa mudança. E antes que alguem fale que criticar é fácil e outras coisas, quero deixar explícito que gosto da idéia, acho que apesar do pesares, o logo vai dar certo. Só creio que poderia dar mais certo se tivesse tido alguns cuidados a mais.

A começar pela tipografia. Acho que tem um trabalho no kerning (ou falta dele) duvidoso. Talvez confiaram no kerning nativo da fonte. Não que eu seja um ás na tipografia, até porque não sou, mas o conhecimento disso por parte de um designer é fundamental para seus trabalhos.  Usaram um tipo itálico mas, creio que não seja só impressão minha, parece que todo o nome “Pão de Açúcar” está torto de alguma maneira. Como sempre digo, um projeto como esse com um cliente como esse (tamanho e grana) é muito mais seguro e profissional que se faça um projeto tipográfico exclusivo. Como já comentei anteriormente, o Brasil está cheio de typedesigners cheios de talento e conhecimento técnico para projetar uma fonte exclusiva. Fontes vão além das palavras que representam. Suas formas comunicam também.

pao_de_acucar_LETRAS

“Mas Daniel, não queremos nem precisamos de um tipo exclusivo.”

Perfeito. Então sai a procura de tipos de qualidade. Tem fonte gratuita que é mais alinhada do que essa usada (e tem mesmo!). Existem fontes ótimas, famílias inteiras ávidas para serem usadas com bom gosto num grande projeto como esse. Basta procurar. Esse, a meu ver, é uma das falhas mais gritantes no projeto.

Quanto ao signo achei interessante. Tirando essa história de “imagem do infinito”, “calor humano” e etc., gostei do desenho. As formas são modernas e revigorantes sem deixar de remeter ao signo mor da companhia e que dá nome à empresa. Com certeza, são formas mais orgânicas e que despertam maior afinidade com o consumidor. Porém, o que não me agrada é o gradiente e as “luzes”. Depois de um tempo estudando sobre cores, estou mais certo ainda de que gradientes não funcionam tão bem em design de logos por um simples fato: aplicabilidade. Como ficará esse logo em grayscale ou em fundo preto?

pao_de_acucar_SIGNO

Levanto essa questão por sentir que a onda dos “logos web 2.0” estão invadindo identidades visuais de grande empresas. Estou certo que se ouvesse um bom estudo e trabalho de cores com seus tons e matizes o projeto poderia carregar o “significado” de “alimentos frescos” do mesmo jeito, sem comprometer sua aplicação em outras mídias. Talves muitos designers e agências/estudios estão ligados as “tendências”. Particularmente, acho bacana isso, até já publicamos a tradução exclusiva de um dos artigos sobre tendência do Bill Gardner, porém, creio eu que tendências devem ser conhecidas, estudadas e até dominadas, porém segui-las em projetos de identidadews visuais, que devem ter anos e anos de durabilidade é um caminho um tanto quanto perigoso. Isso pode levar o logo e ficar ultrapassado repentinamente, mais rápido do que deveria. E definitivamente a ultima coisa que uma empresa quer atrelada a sua marca é “algo ultrapassado” (claro que existem algumas exceções). Talvez eu esteja errado e um dia mude a forma de pensar um trabalho como esse, não costumo dizer “dessa água não beberei”, é perigo! Quem sabe esse logo não vai dar certo e durar anos (apesar das tendências). 😀

Quanto a tamanhos reduzidos, creio que estando esses pontos melhorados, poderia ter um resultado melhor. E caso não tivesse, talvez fosse necessário repensar o logo.

Contudo, existem outras variantes em um projeto que nós, consumidores que vemos somente o resultado, não conhecemos. Existem clientes prepotentes, diretores de marketing que acham que são designers ou que Design Gráfico é fácil (vide caso do logo da Azul), prazos ridiculamente curtos (que não foi esse caso, posto que o próprio Fabiano Ferreira disse que o projeto começou há dois anos) e outras intempéries que podem fazer com que boas idéias não se transformem em bons projetos.

Algo comentado no nosso Twitter também é o caso de haver algumas “versões” do logotipo. Algo como um para web, outro com cores solidas para papelaria e etc., porém acho isso um tiro no pé e creio que sai um pouco da idéia do que é o branding e do lance de impregnar a marca na mente do consumidor.

Como disse anteriormente, a idéia é bacana. Na minha humilde opinião, se fossem acertados esses pontos citados, seria um projeto maravilhoso, até porque gosto das lojas do Pão de Açúcar, gostava dos comerciais “O que faz você feliz” e do conceito dessa campanha.

Agora, antes de encerrar, quero deixar três perguntas para esquentarmos os comentários:

1- Se o logo foi refeito e uma nova campanha está sendo lançada, por que foram feitas peças com o slogan da campanha antiga (“Lugar de gente feliz”)?

2- E o que vai acontecer com o logo do Pão de Açúcar Delivery?

3- E ai, o que acham do projeto?

____________________________________________________________

Update 30 de julho de 2009

Mais um artigo do LOGOBR é enriquecido por meio dos nossos  (visitantes que chamamos de) colaboradores. O Rodrigo do Collecta, tirou fotos de uma sacola plastica e outra reciclável que já receberam o novo logo do Pão Açúcar. Estão aplicadas em preto, o gradiente sumiu e o logo está centralizado com o nome (algo observado por um comentário abaixo). O que acham da aplicação?

pda1

pda2

Daniel Campos
Diretor na Anora Campo
Especializado em Design Estratégico de Marcas pela Facamp, diretor da consultoria em branding e design Anora Campo, professor na Faculdade de Administração e Artes de Limeira/SP e editor-chefe do LOGOBR.
  • Eu gostei!

    Principalmente pela nova tipografia, o ícone tb não perdeu as características principais. Eu olho e lembro da empresa Pão de Açúcar.

    Porém, sinto um pouco de falta de integração do ícone com a tipografia. Mas no geral ficou legal!

    =D

  • Reitero todas as suas preocupações e acrescento que no signo, que tem como proposta ter apenas linhas curvas, há uma interrupção entre os dois grafismos, uma linha branca pra lá e pra cá da fusão que me incomoda bastante. É um contra-ponto a suavidade do desenho.

  • Bruno Blanke

    Curti.

  • o “Lugar de Gente Feliz” existe há muitos anos. Quando eu trabalhei no PA (entre 00 e 07) já rolava o slogan, então não é algo que veio da última campanha, mas sim um slogan reforçadíssimo ao longo dos anos.

    Acredito que a mudança seja no logo, e não no slogan/linha da campanha/conceitos gerais. O logo é que se alinha mais com o conceito de “bem-estar, qualidade, comida fresquinha, saúde pra família, gente feliz, alegria” que está amarradinho nos filmes e campanhas impressas do PA.

    E eu gostei do logo! Achei fofo, leve… combina com a marca. 😉

    bjs

  • Rogério

    Cara, também não sou especialista em tipografia, mas gosto muito de estudar sobre este universo, e realmente essa fonte tem sérios problemas de alinhamento que me passam a sensação de que as letras estão caindo. E vejo problemas no kerning também. Concordo quando diz que uma empresa desse porte poderia contratar um typedesigner para essa tarefa. Quanto à marca, não gostei também. Pra mim parece duas gelatinas. Talvez a transparência tenha com o gradiente me dado esta impressão.

  • jorge montana

    Mais uma empresa levada na onda da moda de esas horrorosas transparencias que tem tomado conta do design gráfico.
    Em dois anos vao ter que trocar de novo quando cair de moda ese efeito que já virou padrao.

    • Reginaldo

      Eu gostaria muito de saber qual vai ser a tendencia daqui há dois anos em design comercial para alto tráfego como o do Pão. Pela limpeza da composição vejo muito mais uma solução atemporal, claro que inspirada no “acqua” da Apple, mas com certeza com maior longevidade do que 2 anos. Se você tiver certeza do que vai ser atual daqui há dois anos e sobreviver a pelo menos mais 5 anos por favor compartilhe com os pobres mortais leitores desse blog. Ou fique rico com essa informação porque o mundo todo está buscando. Aliás por favor envie o endereçø de seu portifólio. Me interessou muito conhecer o seu trabalho. Mate a cobra e mostre o pau para os leitores por favor

  • Motenai

    Ganhou em dinamismo e passa um ar mais atualizado. Porem perde quando o assunto é impressão por causa dos degradês.

  • Ótimo artigo, Daniel..!

    Eu gostei do logo à primeira vista, mas você faz umas ressalvas relevantes..!

    Eu, particularmente, não vejo grandes problemas com a tipografia! Acho que esse “kerning” que vc sente falta é proposital.. Eles usam o tamanho da fonte pra separar as palavras. Mas eu tb não sou nenhuma expert em tipos.. então calei-me!

    Parabéns!

  • Diogo Alves

    Com uma campanha de Marketing convincente, mas só a campanha mesmo, pois essa história de frescor de alimentos, de formas arredondadas conferirem calor humano e traço contínuo inspirado em imagem do infinito… Gente, onde foi parar a proposta inicial de um projeto chamado “Pão de Açúcar”. Acho muito avançado e tecnológico para a simples riqueza do Morro da Urca e do Pão de Açúcar. Prefiro o “sabão em barra” que o “glicerinado”…

  • Fala Daniel!
    É isso ai galera mudanças acontecem, erros acontecem… e é certo que o novo sempre causa espanto.
    O logo tem problemas de kerning, fato.
    Vão ter problemas com o icone, fato.
    Mas tbm acredito q

  • (ops apertei enter sem querer!)
    … que uma empresa deste porte não vá sofrer muita coisa… vide inumeros exemplos de maus logos que deram e dam certo.

    obs: quando falei no twitter sobre “criticar é facil”, não foi no mau sentido, foi querendo dizer que a gente fala mas fala com foco no estudo e aprendizado, não como fofoca.

    Abraços!

  • Anderson Soares

    Achei fraquíssimo. É o típico logo descartável, que dura pouco, pois segue em demasia o modismo atual…

    O conceito então, é chorumela pura… E, concordo com vc quanto ao tipo… algumas letras parecem tortas…

  • Anna Paola

    Qualquer logo dá certo, se massificado. Nem por isso é bom ou bem feito.
    Kerning é simplesmente um bom senso, que não houve.
    Utilizar um efeito gráfico exige um bom gosto, que não houve.

    Seria um ótimo logo para as pastilhas Valda… ahn não… nem pras pastilhas…

    Mas mais do que feio ou bonito, o logo representa a estratégia da empresa? Qual seria???

  • Eeeeh Dani…muita moda e pouco conceito.
    Tbm nao achei o simbolo horrivel, soh nao acho que ele funcione como marca de uma empresa como PdA.
    Jah a tipografia ta lamentavel…eh soh ver na imagem que vc colocou ela separada do simbolo ai em cima.
    Te diz alguma coisa?
    Pois eh…p mim tbm nao.
    Tbm nao sou expert em tipo (e entendo mt menos q vc hehe), mas sei que num logo, o lettering deve ter força suficiente para falar sozinho sem o simbolo, no minimo despertar o observador a lembrar do logo inteiro. E com ctz nao eh oq acontece aki, neh?

    MAAAAAAAAS os caras consultaram meio mundo antes de fazer a aprovar isso neh ahuahaua…entao de repente a marca dah super certo, apesar dos evidentes defeitos, e a gente tem q ficar kieto ahuaha. Vai entender…consumidor eh consumidor.

  • Minha análise, no ar desde segunda-feira, está aqui: http://marioav.blogspot.com/2009/07/pao-de-acucar-novo-logo-tem-cara-de.html

    Resumão do texto: é mais um logo medíocre pincelado por marketing ufano. Já vimos o filme com Varig, Vale e Porto Seguro, entre outras.
    Datado, precocemente envelhecido pelo uso de uma solução de acabamento já surrada. Tipografia pobre, tímida, mal ajustada.
    Destaca-se por ser um raro logo com visual “Aqua” dentre as grandes empresas comerciais do Brasil. Mesmo assim, para chegar a essa obviedade o cliente recorreu a um estúdio estrangeiro. Que pertence a uma agência de propaganda. Duas escolhas recorrentes, e merecidamente questionadas dentro do meio do design nacional.
    Mas o que me chamou a atenção foi a insistência da empresa em “jogar a culpa” da escolha nos consumidores, repetindo que o logo foi eleito por votação popular.

  • Fernanda Segolin de Rezende

    eu vi esse logo em um outro blog e deixei um comentário tb.
    Achei muito cara de ícone de web, não quer dizer que esteja ruim, até q ficou bom e a tipografia tá muito fraca.

  • carolpoll

    Primeiro gostaria de te parabenizar pelo excelente post. É realmente muito bom termos referências como o teu blog.

    Quanto ao logo, concordo em tudo o que dissestes, a falta de kerging é visível, as letras parecem não ter força, como se fossem cair a qualquer momento. O C em particular me incomoda muito, está visivelmente torto. E o desenho ala web 2.0 (de novo!) é realmente um modismo, e por isso mesmo é um estilo passageiro e comum (cada vez mais comum). Realmente fico tentando imaginar como serão as aplicações deste logo (logomarca doeu né!). E concordo também com o comentário, sobre a linha branca, ela interrompe.

    Realmente, pode ter sido um baita investimento, mas achei um tanto duvidoso. Claro, é bem provável que dê certo, as campanhas parecem realmente bem “bonitinhas”, mas penso que uma empresa de tal porte pode (e deve) ter uma marca e campanhas com conceito muito além do “bonitinho”. Mas…

  • E aí Daniel, tranquilo? Qto tempo cara.

    Muita gente simplesmente bate o olho e já acha que encontrou inúmeros erros na nova logo do Pão-de-Açúcar. A verdade é que pouca gente entende que esse resultado é fruto de um projeto de pesquisa gigantesco. Não são minutos de análise que podem estragar tudo isso.

    Conheço o trabalho da FutureBrand, já vi apresentações deles tanto nacionais quanto mundiais, e os caras são fodas. Vão a fundo mesmo. Assim como já vi pesquisas da Research International, são verdadeiros tijolos de papéis que dão todo o conhecimento para tomar decisões sobre negócios e marcas, entender pessoas e antecipar e formar tendências.

    É lógico que ao bater o olho, eu como designer, realmente encontro erros e consigo enxergar diversas formas que, na minha ótica, ficariam muito melhores. Mas eu não tenho em mãos os dados de toda a pesquisa por trás do projeto, ou a carga de horas exaustivas gastas em reuniões. Então o processo vai muito além do design do logo. São meses e inúmeras pessoas envolvidas.

    Mas aqui vai, os principais erros que eu encontrei.

    1 – O kerning desproporcional, que se não foi proposital, é talvez o maior erro. Poderia ser evitado com diversas outras fontes. Eu recomendaria a fonte Klavika, que eu gosto muito.

    2 – O logo está muito verde. Não só no logo, mas também na comunicação dos anúncios. O azul anterior trazia consigo a idéia do mar, talvez.

    3 – O corcovado perdeu as sua identidade, fazendo realmente lembrar de refrescância e duas balinhas gelatinosas trocando entre si frescor.

    Dizem que esse logo foi escolhido, entre outros, através de uma pesquisa popular. A voz do povo é a voz de Deus, e o povo unido jamais será vencido. Os profissionais podem até ter questionado o resultado de tal pesquisa, mas o cliente vai levar em extrema consideração a opinião popular.

    A minha crítica fica que, apesar de acreditar no trabalho dos profissionais envolvidos no projeto, a tendência utilizada já é um tanto passada, já foi utilizada em exaustão por outras marcas. Espero que esse logo seja apenas uma transição, por algo melhor que virá em breve.

    Parabéns ae Daniel pelo post.

    Abs.

    Leandro Macedo
    Y2

  • O logo ficou bonito e faz sentido mas a fonte eu não gostei tambem e acho que você tem razão sobre o que diz sobre ela.

  • Olá como vai.
    Acho que já tens muitas opiniões, vou ser redundantes em algumas então.]
    – com relação a tipografia, eu concordo plenamente com o fato de que essas empresas de porte grande deveriam se preocupar e mandarem logo desenvolver um tipo exclusivo!
    – a web 2.0 está influenciando muito no desenvolvimento de novas marcas
    – gradientes, transparencias estão sendo “tendencias” no momento em que a publicidade e marketing estão se voltando para a midia digital e a midia impressa está acabando.
    – o slogan é algo que não se encontra obrigatorio mudar a toda campanha.
    – como vai ficar o Pao de Açucar delivery vai ser um problema, porém acho que irá se enquadrar nesses padrões que foi realizado este ultimo.

    espero que minhas colocações façam coerencia.
    Abs

  • Eduardo Henrique

    Primeiramente, parabéns, pois gosto dos seus comentários, 2º – não sou especialista no assunto, mas admiro a profissão de Design, pra ser bom, tem que ter ‘dom’ e isso nem todos tem…..mas vamos lá a minha opinião:

    a-) Não gosto de modismos, e este tipo de logo virou moda;
    b-) Realmente e tipografia está muito estranha…..sabe quando parece que você levou uma pancada na cabeça e está vendo tudo meio torto?…pois é, foi assim que eu me senti quando vi o logo.

    Minhas considerações:…uma marca pode ser dita como ‘referência’ quando ela ‘cria a tendência’, e não quando ela ‘segue’ a moda….portanto, ponto negativo para quem fez o logo;
    …realmente, só o tempo vai dizer se o logo vai marcar e ser lembrado….
    ….quanto a tipografia, realmente concordo com você e vou além……uma empresa deste porte, poderia muito bem, criar uma tipografia própria, e esta sim poderia, se realmente fosse marcante, criar uma tendência de seguidores que a usariam, ou procurariam copiar para animar festas ou eventos…..( não vou citar exemplos…) daí teríamos certeza de que o logo é algo ‘marcante’……mas vejamos o lado bom das coisas….temos que agradecer aos péssimos logos, pois eles servem de exemplo de ‘oque não fazer em seu trabalho!!’……Abração e parabéns pelo Blog!!!!!

  • Olá Daniel, primeira vez q passo por aq e adorei ver um blog com opiniões próprias e não apenas o ctrl c ctrl v de outros sites. E o mais legal é q a galera argumenta!! Eu coloco minhas humildes opiniões no meu blog e são raros os que se arriscam a falar alguma coisa.
    Quanto a identidade, acho q tem o dedo do Hans Donner aí não?? hahaha
    Agora falando sério, senti falta de outra cor, uma cor quente já q uma das intensões é transmitir calor humano… talvez até tentaram dar uma aquecida com a leve transição do verde para o amarelo, mas na minha opinião, ficou muito sutil… talvez a permanência do azul já desse uma outra conotação, como alguem já comentou. Sei q eu olho pra isso e penso em “limão”, não penso em calor humano, penso em refrescância, sprite sei lá… rs… Acho q esse papo de frescor dos alimentos é uma justificativa falsa para explicar uma mudança q visa aparentar modernidade e tecnologia (é o q geralmente as transparências significam aos olhos do consumidor comum, vide rede globo)Acho uma pena q esse tenha sido o resultado de um projeto que poderia ser tão bem trabalhado. Porém, tbm acho q essa “falha” não trará grandes consequências a empresa (o nome da empresa já é muito forte), mas perderam uma boa oportunidade de fazer um super trabalho de branding…

    Ps.Também fiz um post sobre o que eu acho do site da adidas http://doispasteleumleitequente.blogspot.com/2009_05_01_archive.html e adoraria saber sua opinião á respeito.
    Falowwww

  • mit.

    1.
    ”Lugar de gente feliz”
    não mudou porque é a essência da marca, só mudaria se ficasse ultrapassada ou se os princípios do cliente mudasse.

    2.
    ou moderniza ou mantem, tanto faz, uma é serviço de entrega e o outro é “loja (fugiu a palavra”
    mas para unificar o serviço, seria melhor moderniza-la adaptando a identidade nova.

    3.
    gostei do update no logo, como você falou, falhou em alguns pontos.

    o que mais incomoda é a tipografia e o símbolo ficou meio “internet”. mas talvez o pão de açucar tente entra na era digital, você compra pela internet seus alimentos e chega na sua casa, vai saber.

  • De fato o que você disse é bastante pertinente.

    Mas respondendo ao Leando Macedo que comentou acima:

    O fato de ter sido gasto tempo com pesquisas ou muitas horas de reunião não muda nada. O logo produzido pelo Designer pode não retratar bem o que as pesquisas mostraram como resultado.

    Por exemplo, se eu e você pegarmos os mesmos dados provavelmente teríamos soluções diferentes para o logo e ainda assim as duas poderiam transmitir a menssagem necessária, talvez uma melhor que a outra ou não.

    Eu particularmente não sou a favor de degradês em logos, principalmente pela capacidade de reprodução. Se todo o material digital for perdido, como iriam reproduzir fielmente este mesmo degradê e brilho presentes?

    E além disso, os tipos realmente dão a sensação de não estarem alinhados, na minha opinião incomoda o olhar, é como se algo não estivesse certo.

    Por outro lado gosto das cores e da “felicidade” que ele me transmite.

  • sian

    péssima tipografia…

  • Paulo Brascher

    Caros,

    O desenvolvimento de uma nova identidade corporativa é sempre tema de controvérsias, o que torna a discussão muito boa e, no caso do grupo Pão de Açúcar, o tema torna-se ainda mais interessante. Também temos de admitir que é mais fácil sermos críticos de obras prontas. No caso do pão de açúcar, fica evidente para a minha percepção de que o objetivo atingido foi o de uma empresa moderna, porém, com uma identidade um tanto fria. Para um segmento que trata de comércio varejista, há uma busca por uma relação mais humana com os seus clientes. Diversas organizações do segmento varejista, que tem no serviço um fator importante do seu posicionamento estratégico, tentam criar identidades mais próximas das pessoas resgatando aspectos que remetam a alguma história, vincule a sua imagem a algo que as pessoas criem uma empatia.
    No caso do Pão de Açúcar, tenho de admitir que esta busca fosse um tanto difícil, porém, o caminho que ela está seguindo me parece posicionar a identidade em uma distância cada vez maior do calor humano, tornando sua identidade mais fria. A escolha parece estar levando a identidade a uma empresa de tecnologia, ao contrário de uma empresa de comércio varejista e serviços ao consumidor final.

    SDS a todos.

  • daise

    Ótimo artigo, críticas coerentes!

  • Max

    Concordo com o Tucano, e acrescento, são duas linhas brancas que literalmente “sobram”.

    A fonte tá tortinha, mas, é simpática.

    Uma pergunta, o “morro maior” ( o verdadeiro morrodo Pão de Açúcar”) não vem à frente do “morr menor” ( O Cara de cão)??

    Não entendi pq nesse novo eles inverteram???

  • Max

    Ops, ficou tão “refrescante” as pastilhas valda de cabeça pra baixo (parece né?rs!) que q ee até confundi!!! Inverteram não, foi ilusão de ótica mesmo! rs!

  • Leandro Madeira

    Esse negócio de criticar Obra pronta como disse nosso amigo Paulo (nada contra sua opinião)aqui em cima é desculpa de Arquiteto.
    Minha opinião é conivente à todas as outras então serei breve.
    oncordo com um comentário que diz o signo lembra gelatinas, a tipografia tá bem estranha e parece que foi escolhida a esmo, para mim, o projeto foi feito, bem bonito com coerência e tudo mais, porém na aprovação final, algum bambambam, vetou tudo, pegou alguém metido a designer pra fazer o logo como “ele” queria e fez com que ganhasse dentro os ditos outros que concorriam.
    Digo isso, pois onde trabalho é exatamente isso q acontece, é frustrante rsss
    Abrazzz

  • Pingback: Novo logo do Pão de Açúcar – design.blog.br()

  • MeoCool pra este novo logo. Bando de cagões quem fez e escolheu este ae. A fonte CER-TE-ZA q foi baixada do DAFONT e parece mais um gadjet pro Iphone!

  • trocaram minimalismo e interpretação istantânea por efeitos que dificultam a aplicabilidade…

  • Sinceramente… Esse efeitinho acqua ou web 2.0 ou o que quer que seja é cafona…!

    O logo antigo do Pão de Açucar era de uma época em que as pessoas tinham menos efeitos especiais disponíveis, e por isso utilizavam mais conceitos…

    O Bruno Barbieri resumiu bem… Trocaram 6 por 5.

    A fonte não é linda e tem problemas de kerning, mas perto das geléias transparentes esta ótima…!

  • Aproveitando a atenção que este assunto atrai, um esclarecimento rápido sobre tipografia.
    Kerning não é termo correto aqui. O certo é tracking ou entreletras. Kerning refere-se especificamente a um espaçamento negativo entre determinados pares de letras, como “AW” e “To”. Essa informação é programada na fonte e os bons programas a levam em conta ao compor os textos.
    O espaçamento no logo do Pão de Açúcar tem problemas porque as letras foram espacejadas de forma mecânica, quando o certo é levar em conta a área de espaço em branco que fica entre uma letra e outra. Para entender isso, é só olhar o logo do creme Nivea: http://2.bp.blogspot.com/_NYFFY4eBeL0/SaSBeMNDmNI/AAAAAAAAAAU/BY7RwyFb3x0/s320/nivea_logo.jpg

  • Daniel,
    você tem certeza que não foi a FutureBrand do Brasil que fez?? Por que eles tem uma filial aqui… (acho que se chama assim, filial, ou sede, sei lá…)

  • taticris

    Eu gostei do fato de terem arredondado as bordas, afinal muita gente concorda que isso torna qualquer projeto mais agradável.

    Mas eu acho que pra 2 anos de projeto eles poderiam ter feito melhor. Não estou dizendo que não gostei, só que poderiam ter se dedicado beeeeem mais.

  • machado designer

    ola pessoal,

    gosto muito da nova identidade visual da marca pâo de Açúcar, uma visual mais linpo,destacando bem as cores citricas focou ótima parabens pelo nova tranformação…..

  • Thiago

    Pão de Açúcar 2.0? Só falta o Beta…
    Um belo jeito de ganhar grana sem pensar muito.

  • Flavia

    Além de concordar plenamente com suas observações, ainda acrescento a seguinte: o símbolo está todo apoiado no “de açúcar”. Está fora do centro, deixando um grande vazio do lado esquerdo do símbolo, causando um desequilíbrio na logo que incomoda muito.
    O que me agrada bastante é o movimento do símbolo, o contorno dos morrinhos.

    []s

  • Knibba

    Olha, não que a fonte esteja ruim, ela só não me faz lembrar de supermercado, pra mim o fato da fonte estar torta é devido ao fato dela acompanhar a montanhazinha do pão de açúcar, que é meio tortinha e quanto à degradês e transparências prefiro não opinar, mas também parece gelatina royal, quanto às peças da campanha, com a logo tampando a foto, ficou estranho, parece propaganda de iogurte(danoninho XD) ou coisa parecida, eu não consigo ver a ideia de supermercado em nada.

    Bem, minha fútil opinião.

  • Fred

    Por favor, publiquem algo sobre a mudança da logo da PEPSI!!!
    Abraços,
    Fred

  • Fred Melo

    Eu, particularmente não curti muito essa mudança. Acho que a tipologia anterior, apesar de meio “bruta” comparada a nova, tinha ares de logo por si só, muito mais marcante. Essa fonte nova ficou parecendo mais moderna, mas fraca, com um espaçamento muito “folgado” entre uma letra e outra. Um kerning espaçado se fez necessário para aumentar a visibilidade da fonte, ou seja, pegaram uma fonte de alto impacto (a antiga) e trocaram por uma “água com açúcar”…

    O designer pegou os buttons da web e fez a logo encima disso. Tá igualzinho botões de sites com formato de duas pastilhas Valda. AHAHAHAHA Aliás, acho que essa logo funcionaria melhor para as pastilhas!! :)

    Brincadeiras a parte, eu também me questionei assim como foi dito no artigo (e a aplicação em grayscale? em uma cor só? Com tantos degradées e transparências e transições) E os saquinhos plásticos? Tudo bem que com essa onda verde o próprio Pão de Açúcar tem vendido sacolas de pano, mas 90% dos sacos ainda são plásticos em suas lojas e esse degradée representa um custo adicional enorme na impressão (ou então vai ficar uma impressão mais Tabajara do que já era, matando assim a nova proposta, em termos práticos)…

    Fora que uma mudança corporativa, na minha concepção tem que ser completa, se você entrar no site do Pão de Açúcar, a logo do delivery deles ainda ficou mais parecida com a antiga…
    Abraço a todos,
    Fred

  • Daniel

    Adorei as mudanças. O logo ficou dinâmico e atraente. Concordo com o Rogério quando diz que o desenho lembra uma gelatina. A primeira vez que vi esse novo conceito lembrei do bocão da Royal. Quanto a aplicação em fundo sem ser o branco é esperar pra ver o que irá acontecer. Acho que não pensaram nisso.
    Abraços a todos e adorei todos os comentários,
    Daniel.

  • Fernando

    Dois anos para fazer essa merda, quanto será que custou.
    Tipografica ruim, espaçamentos no mínimo estranhos e como comentaram anteriormente. Por incrível que parece ele parece torto.
    Sem falar do uso do “grande gradiente”.
    Alias reparei agora, ele é todo verde

    Tá loco

  • hermann balko jr

    onde se possível consigo a fonte klavika free?

  • Artur

    planejamento muito longo é tão danoso quando um planejamento curto demais. 2 horas ou 2 anos não dá (obrigatoriamente) certo.

    É bom lembrar que o logo antigo é super sólido e massivo perto desse, que é bem leve e ágil.

    muitos comentários pertinentes que valem a pena serem lidos. não serei repetitivo aqui.

    Parabéns pelo post e pelo Blog

  • Mike

    Após ler ‘LOGO WEB 2.0’ morri de rir, hahaha, muito bom!

    As críticas fazem sentido, todas, mas algumas frases deles com certeza são coisas de atendimento. Esse lance de falar do infinito pode até ser que eles tenham pensado mas com certeza foi depois do projeto e só pro atendimento falar de boca cheia pro cliente.
    E o que disseram sobre a marca ter sido escolhida com base na opinião do público, é o argumento final, apesar de não concordarmos.
    Vocês já perguntaram pra alguém “normal” não designer o que ele acha dessa marca?

    Queria ver essa marca impressa nas etiquetas de pães!

    Abraz
    Mike

  • Eu acredito que o simbolo anterior counicava mais do que este novo, mas talvez eu apenas tenha essa impressão por se tratar de um novo símbolo. Talvez com o tempo isso posssa mudar.

    Algumas pessoas ai em cima disseram sobre um logo muito vende, meio mono. Eu concordo, acho q o azul trazia mais riqueza visual.

    Não entendo tanto sobre tipografia, mas esse novo logo me passa uma fragilidade bastante grande comparando simbolo e letras. As letras, isoladamente ainda me dão uma sensação de desequilibrio, dispersão…

    E o efeito no símbolo eu achei bastante desnecessário, uma coisa que poderia ser evitada.

  • opaa cara, blz?
    to sumido ne, to super sem tempo. mas pretendo voltar com meu blog em breve.
    vim aqui pq vi essa imagem e axo q vc vai gostar http://oblog.virgula.uol.com.br/omedi/wp-content/uploads/2009/07/logo2.jpg
    abraços cara

  • mit

    ah o logo em negativo ficou simpático.
    acho que ficou melhor que o original, sem todos os efeitos de transparencia e brilho etc. . .

  • Mais uma prova que não pensaram nisso é essa adaptação para sacolas, perdeu completamente a identidade, já que 80% dela era de brilho e transparencia.
    Agora entendo a interrupção da linha branca na transparencia, era para que, ao ficar no preto, a logo tivesse um sentido. Foi uma forma de corrigir o errado.
    O negativo então, está pior, parece o Pão de Açúcar de noite e faltando energia, hehehe.

  • Leandro Madeira

    Essa aplicação nas sacolas me entristessem ainda mais, pelo fato de dizerem q durou 2 anos o processo de confecção dessa marca.
    Tenho ainda mais certeza, agora, que o projeto original foi vetado por alguém que queria o seu lay-out vencedor dessa parada.
    Esse é o resultado, coisas estranhas e escrotas saltando aos nossos olhos.
    Q pena.
    Espero q pelo menos seja possivel atingir o objetivo esperado, com essa nova adapatação.
    tsc, tsc, tsc…

  • A logo antiga que está neste post é a antepenúltima.

    [http://www.paodeacucar.com.br/novamarca/ ]

    Passa a impressão que a empresa deu um salto muito grande no redesenho da marca. A penultima já possuia um volume “web 2.0″… quanto a aplicação, gostaria de ver outros suportes antes de formar opinião mais “pragmatica”. Neste, considero que foi feliz. Contudo cabe ressaltar que todas as marcas à esquerda na sacola também possuem seus volumes e gradientes, nem por isso perderam sua pregnancia, assim como a marca nova do Pão de Açúcar.

  • Eu continuo achando a marca anterior muito mais resolvida, talvez precisasse de uma revitalizada nas formas com certeza, mas não revitalizar usando degrades, brilhos etc.

    Fico pensando se quem fez a marca foi um designer ou um PUBLICITÁRIO desses que sai da faculdade achando que quem faz publicidade ganha duas profissões ao concluir o curso: Publicitário e Designer.

    É realmente uma lástima ver que muitos publicitários por ai pensam que são Designers quando na verdade nem mesmo conhecem o que a palavra quer dizer.
    (Salvo bélíssimas excessões no mercado, que com talento e muita disciplina conseguem perceber que publicitário não é designer e precisam estudar, e muito, para fazer design).

  • Sobre o up de ontem 30/07.
    As aplicações monocromaticas acho que deixaram um pouco de ladinho o logo colorido, porém com ctz lembra!
    Gostei muito do grafismo aplicado na bolsa.
    Abs

  • Gostei da sacola, ela ficou simples mas bem sacada, evidenciando assim o lance da reciclagem e afins.
    Sou suspeito para falar sobre algo em preto e branco pois eu curto muito qualquer coisa feita nesse estilo mas bem feito, acho que eles conseguiram usar bem o artifício.

  • Alou Daniel!

    Só uma correção: a impressão na sacola é em verde, não em preto. A culpa da confusão é minha, já que eu dei uma mexida no contraste das fotos, que, originalmente, ficaram mais escuras. E, na verdade, as fotos são de uma mesma sacolinha (reciclável), em frente e verso.

    Minha opinião? Gostei da aplicação, achei a trama da frente agradável. Aliás, acho que prefiro a nova marca nessa versão monocromática.

    E obrigado pelo crédito no post.

    Abraços!
    Rodrigo

  • Fernando

    Então perde-se algumas características nesse tipo de aplicação!! Okay, algo no manual de aplicação da marca deve falar sobre isso… porém, não achei interessante a diferença q deu no logo!!

  • Olá Marília, por que será que o Pão de Açucar usa a cor verde no seu logotipo ? Será por causa do Feng Shui ou Cabala ? ou será por Cromoterapia ? ou será por todos esses motivos juntos…?
    De qualquer forma eu, quando ví, adorei, sinceramente não ví a tal transparência que disseram no comentário anterior. O fato é que, com as formas mais cheinhas e transparentes, nos dá uma ideia de fartura e por ter cores transparentes, uma ideia de vida, já que nos parece ser um ícone aceso. De qualquer forma está muito bom e concordo que não é fácil brincar com as formas sem perder a imagem que já está no inconsciente das pessoas. Bom dia, um forte abraço !

  • Rafael Valpassos

    Olá Daniel,

    Tudo bom? Sou programador visual formado em Desenho Industrial. Quero te parabenizar pelo blog. Temas muito bem abordados aqui. Quanto a esta marca, nossa… Seus comentários foram perfeitos. Não consigo entender… Re-design de uma marca, cujo mesmo nos mostra um descaso total em relação a tudo relacionado à identidade visual. Desde o conceito de criação até a aplicação da marca. A marca, em minha opinião, peca em mais ou menos 75% dos quesitos. Mas como você mesmo disse, existem outras variantes em um projeto que nós, consumidores que vemos somente o resultado, não conhecemos. Um exemplo? Estou trabalhando em um projeto de identidade visual onde o cliente bateu o martelo. Quero uma marca com duas cores. LARANJA E AZUL ESCURO. A mesma tem que obedecer as formas da igreja aqui da cidade. E claro, não quero gastar $$$ com a papelaria. Nessa parte somente papel offset e com aplicação de uma só cor. O mais engraçado é: A marca é de um consultório odontológico. Hehehe… Só digo uma coisa: Ôoo profissãozinha que fomos arrumar, hein? Abraço para todos!!!

  • Rafael Valpassos

    Ah, esqueci de comentar. Na aplicação monocromática faltaram somente às moscas. Não é verdade? KKKKKKKKKK… Desculpa, mas é o que parece. 😉

  • Cleber Maciel

    Achei muito boommm!!

    Olhando aqui pode parecer modelagem, comum, web… mas parece competente…na comunicação das lojas e videos vai ficar muito bom… e embora não seja uma revolução ou mega inovação… é uma criação que atende o segmento, o periodo, as tendências… Será sucesso!

  • Pingback: Didot Branding & Design Blog » Blog Archive » novo logo Pão de Açúcar()

  • Dayana Cgs

    Odiei a tipografia!! O logo deu a idéia de frescor realmente… mas tbm ñ gostei. O negativo dele ficou bem melhor!!! a idéia da sacola ficou boa, mas dava pra ser melhor!! No geral.. Não gostei!!!

  • Gabriela

    Parecem duas gelatinas…

  • Pingback: std1 blog » Blog Archive » Novo logo: Carrefour()

  • Gostei muito do signo,mas em relação à tipografia,não sei…pode ser loucura minha,mas parece que a tipografia não faz parte do trabalho; enquanto o símbolo consegue transmitir um dinamismo, com suas formas mais arredondas, o tipo vai contra isso. Mas como não sou nenhum “expert” em tipografia, minha opinião não é tão válida assim. Ah, muito bom artigo!:D

  • Adeilton

    Além da fonte usada, esse efeito transparência detonou totalmente a logo, já que eles querem dar uma idéia do morro do Pão de Acúcar ficaria bem melhor sem tal efeito. As fontes estão muito comprimidas acho que um maior afastamento ficaria bem melhor! Resumindo poderia estar menos glamurosa e sim bem mais dinâmica!!!

  • tuga

    Muitos devem não saber mas o grupo Brasileiro Pão de Açúcar iniciou na década de 1970 uma expansão para fora do Brasil,nomeadamente a antiga colónia Portuguesa de Angola e Portugal.Infelizmente devido aos problemas económicos que tanto o Brasil como o próprio Grupo tiveram levaram ao a venda destes activos ao grupo Francês AUCHAN.No ano Passado (2008) o grupo Auchan levou também a uma mudança da imagem do Pão de Açúcar Português.Como curiosidade deixo aqui os endereços dos logótipos da marca “Portuguesa” para terem ideia de como um logótipo original (1970) pode ser trabalhado de diferentes maneiras.

    logótipo em uso até 2008
    http://corporate.lc.jumbo.pt/

    logótipo em uso depois de 2008
    http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:GvOSJ-ikESRwVM:http://corporate.lc.jumbo.pt/NR/rdonlyres/ACF315D0-32B7-4DDD-B300-3F7F73363C19/0/logoPAnovo.JPG

  • tuga

    Uma marca, diferentes caminhos
    Relançamento da marca Pão de Açúcar Portugal-outdoors
    http://www.meiosepublicidade.pt/wp-content/uploads/2008/10/pao-de-acucar.jpg
    http://tiagovital.files.wordpress.com/2009/04/mupi_teaser_01.jpg?w=450&h=636
    http://tiagovital.files.wordpress.com/2009/04/mupi_01.jpg?w=450&h=636
    Responsavel pelo relançamento da marca “Portuguesa”, BBDO PORTUGAL

  • Até que enfim mudaram o logo! Hehehehe, não aguentava mais aquela coisa quadrada e “formal” demais!!

  • Pingback: Novo logo: Carrefour « LogoBR()

  • Pingback: Novo Logo – Carrefour()

  • Silvano

    O Pão e o açúcar. A obesidade é um dos maiores problemas de saúde deste século. Assim como o cigarro, será que um dia teremos rejeição ao açúcar e aos alimentos que ajudam a causar obesidade e outras doenças? Por exemplo: na embalagem do açúcar constar a frase “Este alimento pode provocar diabetes…”. Então que tal ir as comparas num lugar cujo nome destaca ingredientes vilões para a nossa saúde? Pode parecer inadequada mas essa é uma questão de branding. Pelo visto, mudar também o nome poderá ser mais uma novidade do grupo “Pão de Açúcar” no futuro. Será?

    • Silvano,

      Pão de Açúcar faz menção ao ponto turistico do Rio. Não tem essa conotação literal.
      Apesar disso, não posso negar que sua observação é interessante cara. obrigado por dividi-la conosco.

      Super abraço
      Volte mais vezes

      Daniel

  • Pingback: Novo Logo – Carrefour | Tiago Benevides - Studio Criativo de Branding e Design()

  • Antonio

    Gostaria de saber o nome da fonte TTF usada no projeto do novo logo e onde posso baixar (link)

    Gostaria também que se possível me ajudassem a essa fonte no CorelDraw ficar em Itálico

  • Vanderli Mendonça de Amorim

    Comentar sobre algo é muito fácil. Desenvolver uma ideia, aí sim que é difícil, especialmente criar algo simples, objetivo, claro e leve.
    Acredito que muitos dos meus colegas se sairiam melhor se fossem engenheiros de obras prontas. Dizer que a tipologia não tem nada a ver, ou que não está condizente e outras coisas mais, melhor seria ficar em silêncio. Se 1.000 designers fosse escolher a tipologia de seu gosto, não haveriam 100 iguais e todos iriam dizer que a sua era a melhor.
    O trabalho está bom e sua concepção num todo e mais que excelente. Parabéns!

    • Daniel Campos

      Vanderli

      Antes de mais nada, obrigado por sua visita. É uma honra. Sobre seu comentário, respeito ele. Entretanto não posso deixar você dizer algumas coisas, pois parece que você não entendeu bem o texto. Em nenhum momento disso que a tipografia não tinha nada ver. Se ler atentamente, digo que gosto do projeto e que iria dar certo (como deu). Meu comentário sobre o lettering é com base em argumentos técnicos. Imagino que o senhor saiba que é kerning e tracking, certo? Então imagino que, sendo conhecedor, o senhor também pode avaliar se é bom ou ruim. E minha avaliação foi que poderia ser melhor. E só isso.

      Sobre escolha da tipografia, concordo com o senhor. Mas concordo se o cenário for exatamente esse que o senhor citou: escolha no gosto de cada um. Agora, se o cenário for diferente (escolha embasada no briefing e na problema de comunicação que deve ser resolvido) a tenho que discordar. Escolhas técnicas não tem a ver com escolhas pessoais. O senhor como Engenheiro de Obras sabe disso, certo? Escolhas pessoais ficam com os decoradores.

      E por último, tipologia é o estudo de tipos; o que temos ai no logo é uma tipografia, que é algo escrito através de um tipo (letra).

      No mais, obrigado por sua visita e participação na conversa. Convido a voltar mais vezes. Será um prazer e uma grande honra recebe-lo. Abraços

  • Li

    Com a logo está tudo ok, mas com a nova propaganda na TV, sinceramente, nunca vi nada tão chato…está horrivel, aquela musiquinha com aquelas caipiras cantando, um lixo……tirem do ar o quanto antes, pelo amor de Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Dian de Paula

    Ótima matéria.

  • Carina
  • Felipe Teófilo

    Boa Noite LOGOBR.
    Encontrei os antigos aos quais o vice-presidente cita, caso queira acrescenta-los ao post:
    http://arianepadilha.files.wordpress.com/2010/02/paodeacucar_1948-2009.jpg

    Atte.

  • Gustavo

    E o miv?

  • ALE
  • Marinalva Oliveira

    Quero parabenizar ao grupo pao de acucar pelo comercial neste ano de 2015. Pois o apresentar e de uma carisma, e nos traz o retorno de familia. Parece que estamos dentro do comercial. Parabens a todos pela ideia.