tipografa_textos

Qual a tipografia certa para textos longos?

Aloha!

O grande calcanhar de aquiles de muitos designers é a hora de escolher a fonte pra algum trabalho. E a probabilidade de erros aumenta quando se trata de textos de leitura longa. Porém hoje, o LOGOBR vai dar uma de paizão e deixar aqui 7 super dicas (traduzidas, adaptadas e apimentadas com um toque brasileiro de outro material em inglês) de como fazer a melhor escolha, com exemplos de fontes, textos e links. O conteúdo é uma tradução de um artigo do Before&After. Vale frisar que as regras abaixo não devem ser levadas como verdades absolutas, mas como referência. Enjoy it!

PS: os textos de exemplo estão em inglês pois, como já dito, esse material foi traduzido, e os exemplos estão em JPEG.

1- Use tipos com largura similares

Para uma aparência mais suave, os caracteres do alfabeto devem ter a largura semelhante, para uma leitura com um ritmo natural; tipos como Futura Light que tem variação considerável da largura dos caracteres deixam seu texto visualmente desconfortável.

2- Proporção média entre altura e largura

Nós identificamos as letras através de suas características físicas: hastes, barras, curvas e outros; quanto mais claro essas características, mais legível será a letra. Se as letras são comprimidas (ou esticadas), essas características ficam distorcidas (uma linha diagonal, por exemplo, se torna quase que vertical) e dificulta a identificação.

3- Caixa baixa mediana

Quanto maior for as letras de caixa baixa da fonte mais densa ela parecerá. Porém, para texto, o mais indicado é que as letras de caixa baixa sejam de altura mediana. Medidas altas ou baixas demais são melhores para projetos específicos, como logotipos, por exemplo.

4- Procure por pequenas variações nas linhas (hastes)

As melhores fontes tem hastes que variam de alguma forma ao mesmo tempo que se convergem, guiando os olhos a uma leitura mais suave. Mas evite extremos! Estilos modernos variam muito (Bauer Bodini); suas belas e superfinas linhas desaparecem num segundo! Tipos geométricos e lisos (Futura Medium) variam pouco ou nada na sua maioria, logo, são uniformes demais. Repare no texto de exemplo logo abaixo.


5- Fuja de espelhos

Fontes geométricas são tão uniformes que seus caracteres, por vezes, ficam espelhados. Isso não é ideal para textos. Quanto mais distintas as lestras forem, melhor será a legibilidade das palavras como um todo. Procure por tipos que não se espelhem.

6- Evite grandes espaços internos

Evite tipos onde o espaço dentro das letras seja demasiadamente grande em relação as linhas. No caso da Avant Garde (abaixo) note como o espaço dentro das letras é maior que o espaço fora delas. Isso fará com que a leitura fique devagar. E também, convenhamos: essa fonte usada num texto, vai parecer um queijo suíço! Repare no exemplo:

7- Evite bizarrices

Fontes com “decoração” (fantasia) são muito divertidas e ficam ótimas para cabeçalhos, títulos e etc., mas para textos elas jogam fora toda a possibilidade de uma leitura tranqüila e rápida. Porque? Os enfeites extras dão ao olho muita coisa para seguir e isso é cansativo!

E pra fecharmos com chave de ouro esse post, ai vão quatro fontes muito usadas para textos que conseguem seguir essas regras básicas descritas acima.

[clique na imagem para zoom]

Daniel Campos
Diretor na Anora Campo
Especializado em Design Estratégico de Marcas pela Facamp, diretor da consultoria em branding e design Anora Campo, professor na Faculdade de Administração e Artes de Limeira/SP e editor-chefe do LOGOBR.
Daniel Campos on sabtwitterDaniel Campos on sabinstagramDaniel Campos on sabfacebookDaniel Campos on sabbehance
  • Parabéns pelo post, eu sou apaixonado por tipografia e acho que ela anda meio esquecida nos dias de hoje.
    Comprei recentemente o documentário da Helvetica 50 anos, muito bacana, recomendo!
    Enfim, parabéns pelo blog!

  • bacana hein, gostei!!!

  • Valew Daniel, exelente cara…

    falow

  • Gil Kothen

    Muito legal o texto, e vc está de aprabéns pelo Blog em geral. Uma questão que me ocorreu é ” Como ficam as “fontes serifadas”. Pois nos exemplos das mais utilizadas, as 4 são serifadas. Fica realmente necessárias para garantir o ítem que se fala sobre manter o maior similaridade possivel de largura e proporção media entre Largura e Altura!?

  • Macedo
    Po Marcelo, muitíssimo obrigado por sua visita, comentário e elogios. Me sinto muito honrado.
    Quanto a tipografia, sou um louco também. Como disse o Renato num post do Artmanhas uma vez: “por vezes as tipografia é o próprio design”. Ainda me considero uma criança no assunto, mas quero me aprofundar sempre mais, pois é, pra mim, uma das áreas mais apaixonantes do Design Gráfico.

    Mais uma vez, obrigado por seu comentário!
    Grande abraço

    Frida Freak
    Muito obrigado por seu comentário Frida. A propósito, seu portfólio é incrivelmente maravilhoso (nessa horas que eu tenho vergonha do meu… por enquanto! +=). Que desenhos! Estou impressionado, parabéns mesmo. É sempre uma grande honra (e responsabilidade) receber visitas e comentários de artistas, como você. Volte e comente sempre, ok.

    Grande abraço

    Rafael Alves
    Ooo cara, sempre bom receber seus comentários ai! Valeu pela força. Continue mandando bala lá no GriloPress hein, ta massa!!!

    Grande abraço

    Gil Kothen
    Muito obrigado por seu comentário e elogio Gil. Quanto a sua pergunta, a resposta é “não e sim”. Não porque as questões de proporção média entre altura e largura e similaridade de largura geral pode (deve) ser aplicada a qualquer tipografia usada em textos longos, seja serifada ou não. E “Sim” porque em textos longos devem (salvo exceções) ser usado fontes serifadas, pois em leituras extensas elas melhoram a leitura, deixando-a mais leve e num ritmo continuo pois, por conta das serifas, as letras de convergem, lincando as palavras. Textos escritos com fontes sans-serif deixam o texto mais chamativo, pesado e isso induz o leitor ao cansaço visual e conseqüentemente ao abandono daquela leitura. Como nenhuma revista ou jornal desejam isso, eles usam fontes serifadas.

    Respondi sua pergunta Gil? Se não foi satisfatória, por favor, me fale que nós vamos aprender juntos buscando essas respostas.

    E também aos demais visitantes, sei que tem gente muito mais gabaritada nisso do que eu para responder aqui e/ou deixar sua opinião, fiquem mais que a vontades para destilar seus conhecimentos aqui!

    PS: Gil, estarei enviando essa resposta no teu email, ok.

    Grande abraço, a todos
    Daniel

  • Ae Daniel, as peças da ESPN das Olímpiadas (slogan “Não é para qualquer um”) são da Neogama/BBH.

    Realmente clichê puro, mas eu sempre sou a favor de um bom humor!

    E a direção de arte tá show! Enfim, tá valendo, um grande abraço!

    Ae nego, para você que curte Typo, ae vai uma dica de um site bem bacana (se é que vc já não conhece):

    http://www.ilovetypography.com

    abração! Estou esperando novos posts. Parabéns novamente.

  • Macedo
    Legal cara. Não conhecia essa agência ainda.
    Ah sim, claro! Até porque, se não fossem os clichês, que graça teriam a peças revolucionárias?! =P

    Po Marcelo, muito massa o site. Eu conhecia só o Font Game. Agora, vou me deliciar!hahaha… vlw pela dica cara.

    Opa, com certeza já tem post prontinho, só esperando pra ser publicado (que responsa!).
    Obrigado pelos elogios, criticas (que ainda nao vieram) e sugestões!

    Grande abraço
    Daniel

  • Pingback: Sunday Type: ornament type | i love typography, the typography and fonts blog()

  • OLHA O ilovetypograph.com CITANDO O LOGOBR AI EM CIMA!!!

  • muito bom mesmo daniel… eu adoro tipografia, mas ainda tenho muito pouco conhecimento técnico sobre (afinal, sou jornalista, não designer heheh)…

    mas já guardei essas infos, se vc puder me mandar esses aqruivos em inglês eu ia ficar bem feliz =)

    beijos.
    Mari

  • Mari

    Nossa, e eu então?! Estou aprendendo também!
    Ah sim, quanto ao arquivo é aquele link que tem no final do post. Para sua comodidade (olha só hein!), já enviei o link no seu email também.

    Bjao
    Daniel

  • Everson

    Muito bom o post. Ilustrou de uma forma bem didática e sintética algumas dicas aí que alguns livros especializados ou discorrem por longos capítulos, muitas vezes desnecessariamente, ou ignoram por completo. Algumas das coisas no texto eu já tinha percebido instintivamente, inclusive.

    Quanto à serifs vs. sans-serifs, eu não concordo completamente que as sans deixam o texto pesado. As sans mais voltadas ao tipo clássico, grotesco, são realmente muito pesadas. Mas as do tipo humanista tem uma leitura bem agradável, mesmo em textos longos. E em meios eletronicos, texto longo em serifadas é impensável, na minha opinião. Principalmente pensado que o texto pode ser lido em um Mac, usando aquele engine de renderização mediocre dos Apple. Eu tenho medo!

  • Everson
    Obrigado por seu elogio ao texto Everson. Vale lembra que aqui apenas postei a tradução do trabalho original do pessoal da Before&After.

    Muito bom o seu segundo comentário. É só dar uma olhada aqui no prórpio blog: dei uma procurado rápida, mas não encontrei nenhuma fonte serifada. Entrarei em contato por email contigo, ok.

    Muito obrigado por teu comentário show. Pessoas como você só tendem a acrescentar a todos os envolvidos nesse blog. Volte e comente sempre, ok.

    Grande abraço
    Daniel

  • Pingback: Sunday Type: ornament type | aboutCREATION()

  • Cara!!! que post!!! Na medida. São informações para imprimir, salvar nos favoritos e reler sempre. mais uma vez mandou muito bem. Se a tipografia fosse encarada com a devida importância não teríamos trabalhos tão mal acabados. Alguém já reparou nas campanhas políticas???? são um show de horrores!! vlw

  • Renato
    Po Renato, massa você ter curtido o post. Penso exatamente com você sobre a tipografia. Como o Macedo disse ali no primeiro comentário, “a tipografia anda meio esquecida”, e eu sou novissimo nessa área e já percebo isso. Creio que esse post reflete muito bem o que temos visto: falta de critérios para a escolha dos tipos.

    Obrigado pelos elogios, e continue a visitar e comentar!
    Grande abarço

    Daniel

  • Olá Daniel,
    realmente este post tem tudo haver com nossa Semana Tipográfica. Dos exemplos que citaste, sou fã da Adobe Garamond. Pra mim uma das melhores para textos longos (na dúvida sempre uso ela). A Adobe Caslon também é bastante versátil.
    Parabéns pela referência no ilovetopography.com! Concordo com o Macedo, é um site excelente sobre o assunto.

    []’s

  • Pingback: Anatomia tipográfica « LogoBR()

  • Pingback: Qual a tipografia certa para textos longos? | Hiato Criativo()

  • Pingback: Recent Links Tagged With "tipografia" - JabberTags()

  • Ótimo post. Bem sintético e claro sobre a importância da utilização correta de tipos.

  • Garcia Jr.
    Obrigado Garcia. Sua participação é sempre muito importante para nós. O artigo de fato é muito bom. Sempre faço questão de lembra que o que fiz foi apenas traduzir o artigo original. Então, todos os crédito pro pessoal da Before&After. Obrigado por sempre estar presente.

    Grande abraço
    Daniel

  • Dicas muito boas, estou preparando um livro e elas me deram uma direção. Você sabe qual a largura de texto para que fique agradável e o melhor tamanho dessas fontes? Obrigado.

  • Pingback: Tipografia para textos longos « Guilherme Goulart()

  • Pingback: Anzol Digital – Ed. 23 | supercaras()

  • Excelente post! Acho muito informativo dividir as regras em tópicos, e colocar exemplos e contra-exemplos, e também a visualização em imagem destes! Parabéns!
    Estava buscando uma resposta fácil e rápida e achei. E descobri alguns equívocos que venho cometendo. Obrigada pela ajuda!
    Vou recomendar para outros colegas :)
    Abraços!

    • Daniel Campos

      É um prazer ajudar Karina. Estamos aqui para isso e ficamos felizes quando isso acontece.

      Obrigado pela visita e pelo gentil comentário. É uma honra para nós! :)

  • Rodrigo Vicenzo

    po, o post é de 2008 e ainda foi o primeiro que encontrei com qualidade nas informações!! já propaguei! show!!! meu salve ae Daniel! abraço!!

    • Daniel Campos

      Obrigado Rodrigo, ficamos felizes demais por saber que nosso conteúdo ainda é relevante :) Volte mais vezes

  • Virginia

    Olá Daniel, ótimo post. Qual a referência utilizada para escrever o texto acima?

  • Antonio Carlos

    Parabéns pelo post, é raro vermos comentários sobre a utilização adequada de fontes.

  • Thales Ferreira

    Ajudou bastante!

    Muito bom!

  • Pingback: Lia Carmona | Tipografia()

  • Pingback: Tipografia para programadores web - LeMeuBlog()

  • Pingback: Tipografia Ideal « Catarse Criativa()

  • Muito bom seu post! Bem explicativo, objetivo e direto, um ótimo guia.

  • ladysay

    E para blog, qual fonte você recomendaria para uma boa leitura, sem cansar os olhos?

    • Andre Simões

      Ola, sugiro as fontes: Source Sans Pro, Roboto Slab ou Raleway. Fontes que são vem vista em qualquer dispositivo ou tamanho de tela.